top of page

Semana de Comunicação – 100 anos de rádio no Brasil

Em homenagem aos 100 do rádio no Brasil, primeira transmissão oficial em 07 de setembro de 1922, a ER vai fazer uma série de entrevistas durante a semana de 5 a 9 de setembro 19h, no canal do Youtube = CANAL DA ER

Dia 05 – Maurício Menezes – um dos mais conhecidos repórteres da imprensa brasileira e há 30 anos montou um show de humor baseado nos erros e distrações de seus colegas da imprensa, “Plantão de Notícias”. E, também, nos erros dele . Era para ser uma brincadeira, mas que ganhou uma proporção tamanha que Maurício trocou as redações pelos palcos.

Dia 06 – Fernando Morgado – mestre em Gestão da Economia Criativa (2017), especialista em Gestão Empresarial e Marketing (2012) e graduado em Design com Habilitação em Comunicação Visual e Ênfase em Marketing (2008) pela Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio de Janeiro. Professor da ESPM e das Faculdades Integradas Hélio Alonso. Professor convidado da Universidad Autónoma Metropolitana Unidad Xochimilco (México), da Escuela de Diseo del Instituto Nacional de Bellas Artes (México) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Possui livros publicados no Brasil e no exterior, destacando-se o best-seller Silvio Santos – A Trajetória do Mito (5ª edição em 2017). Publicou ainda: Covid-19 e Comunicação – Um Guia Prático para Enfrentar a Crise (edições em português, espanhol e inglês em 2020), Dez Passos para o Ensino Emergencial no Rádio em Tempos de Covid-19 (edições em português e espanhol em 2020), Comunicadores S.A. (2019), Cómo Hacer Presentaciones Exitosas (2017) e Blota Jr. – A Elegância no Ar (2015). Tem artigos publicados em diferentes países e colaborou com várias obras. Jornalista registrado (MTB 35.910/RJ). Foi coordenador adjunto do Núcleo de Estudos de Rádio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pesquisador associado do Laboratório de Estudos de Memória Brasileira e Representação (Lembrar) da ESPM. Atuou na área de inteligência de mercado do Sistema Globo de Rádio, onde também participou do planejamento estratégico e integrou o Comitê de Programação da Rádio Globo. Foi consultor do canal de TV Shoptime e da Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (FENAERT).

Dia 07 – Izani Mustafá – Jornalista por formação, é professora Adjunta da Graduação e da Pós-graduação do curso de Jornalismo, e vice-coordenadora da Especialização em Assessoria de Comunicação Empresarial e Institucional, da Universidade Federal do Maranhão, campus Imperatriz. Doutora em Comunicação Social (PUCRS), mestre em História do Tempo Presente pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), atualmente coordena o Grupo de Pesquisa Rádio e Política no Maranhão (RPM), listado no CNPq, e o GT História da Mídia Sonora da ALCAR. Também faz parte do Grupo de Pesquisa (GP) Mediações e Interações Radiofônicas, listado no CNPq, do NER – Núcleo de Estudos de Rádio (UFRGS), listado no CNPq, integra o Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) e a Rede de Rádios Universitárias do Brasil (RUBRA). Nos anos de 2018 e 2019 foi coordenadora do Intercom Júnior – Audiovisual da Intercom. Entre fevereiro e julho de 2018 trabalhou como professora de Radiojornalismo no curso de Jornalismo e de Teoria e Método da Pesquisa em Publicidade e Propaganda do Ielusc. Foi bolsista Qualitec do AudioLab – Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (AudioLab/FCS/UERJ), onde trabalhou como coordenadora de jornalismo e pesquisadora, e professora convidada da disciplina Comunicação em Rádio (novembro de 2014 a maio de 2018). De 2014 a 2017 foi suplente de diretoria do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina. De 30 julho a 5 de outubro de 2014 foi assessora de comunicação política e de agosto a novembro de 2014 foi professora de Rádio do curso de Jornalismo da Associação Educacional Luterana Bom Jesus Ielusc. Esteve em estágio de doutorado em Portugal, com bolsa sanduíche da Capes, de março de 2013 a fevereiro de 2014, na Universidade de Coimbra, com o processo: BEX 18589/12-0. Trabalhou como gerente da Unidade de Radiodifusão – Rádio Joinville Cultural FM (105.1 – Educativa) no período de junho de 2012 a janeiro de 2013. E de outubro de 2011 a maio de 2012, foi cedida à Fundação Cultural de Joinville para colocar no ar a Rádio Joinville Cultural FM. Antes, na administração municipal como comissionada, também trabalhou como assessora de comunicação da Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj), de agosto de 2010 a outubro de 2011. Foi professora das disciplinas teórica e prática de rádio do curso de jornalismo da Associação Educacional Luterana Bom Jesus/ Ielusc (Joinville/SC) e orientou projetos experimentais de rádio (2003 a 2010), no curso de Marketing da Faculdade Anhanguera de Joinville (agosto de 2010 a outubro de 2011). A tese, defendida em 19 de dezembro de 2014, é um estudo comparado entre o Brasil e Portugal intitulado “O Uso político do rádio pelos governos ditatoriais de Getúlio Vargas (Brasil) e António de Oliveira Salazar (Portugal) no período de 1930-1945”. Tem experiência na área de comunicação, com ênfase em rádio, e tem interesse nos seguintes temas: Rádio; Rádio e Política; Radiojornalismo; Rádios Universitárias; Rádio expandido (redes sociais e outros suportes); Novas tecnologias de transmissão; Áudio; e Podcast.

Dia 08 – Francisco Barbosa – é um radialista e locutor brasileiro. Trabalhou nas rádios Cidade, Nacional, Del Rey Rádio Globo FM. Mais tarde, passou a comandar o programa que levava o seu nome na Rádio Globo AM, consagrando-se como comunicador de renome nacional. Após vários anos na Rádio Globo, Barbosa foi para outra gigante do rádio carioca: a Super Rádio Tupi, em 2006. Em 2009 e 2010 recebeu o Prêmio Escola de Rádio como melhor comunicador do rádio carioca. A partir de março de 2017 volta para a Super Rádio Tupi com o “Programa Francisco Barbosa”.

Envie perguntas para os particpantes pelo email: escoladeradio@escoladeradio.com

1 visualização0 comentário

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page