top of page

15 anos da Netflix

Há 15 anos, a Netflix entrou para o mercado de streaming, se tornando pioneira em um mercado que cresce ano após ano. Antes disto, ter uma assinatura da Netflix significava receber DVDs em casa, com a maior competição sendo a (poderosa na época) Blockbuster.

Quinze anos depois da entrada da Netflix para este mercado, que na época era totalmente desconhecido, a companhia se tornou uma gigante do entretenimento. Descobrir sobre a história da Netflix, que fez 15 anos em 2022, nos mostra como as coisas mudaram nas últimas décadas.

Antes de entrar para o mundo do streaming, a maneira da Netflix de fazer impacto no mundo do entretenimento era por meio da logística. Se você alugava DVDs (e anteriormente, fitas VHS) da Blockbuster, normalmente pagava por aluguel e sofria com o medo de multas por atraso se não voltasse a tempo.

Em vez disso, a Netflix despachava DVDs para as pessoas por assinatura, sem medo de multas por atraso – o molho secreto que significou a desgraça e muitos lucros perdidos para a Blockbuster. Na verdade, você ainda pode assinar este serviço da Netflix nos Estados Unidos. Mas antes de os DVDs se tornarem um serviço discreto, o streaming de vídeo da Netflix era um assunto bastante limitado.

A ideia de lançar o serviço de assinatura de filmes diretamente pela internet já existia há anos na empresa, mas só foi lançada quando a oferta de velocidade de internet nos Estados Unidos foi elevada e os custos reduzidos, o que passou a permitir que os assinantes conseguissem fazer o streaming de conteúdos via internet.

Inicialmente, a Netflix pretendia lançar um dispositivo para que as pessoas fizessem download dos conteúdos durante a noite para assistir no dia seguinte, visto que a velocidade de download era limitadíssima. Mas, com o sucesso de plataformas como o YouTube, mesmo sem alta qualidade de imagens, a empresa decidiu seguir com o streaming online.

No lançamento, havia apenas 1.000 filmes e série de TV disponíveis no streaming, em comparação com os 70.000 títulos de DVD que o serviço tinha na época. E usar o streaming no seu PC vinha com limitações que em nosso mundo de hoje são inéditas.

Um artigo de 2007 do The New York Times publicado há exatos 15 anos explicava estas limitações: “A maior parte dos assinantes da Netflix, que pagam US$ 18 por mês e podem manter três filmes em casa o tempo todo, receberão 18 horas de exibição gratuita todos os meses. Aqueles com planos mais baratos terão menos horas gratuitas e aqueles com serviços premium receberão mais.”

No início da era de streaming da Netflix, o próprio conceito de filmes ou séries de TV não estarem em uma mídia física era algo totalmente novo. “A Netflix está lançando um serviço para entregar filmes e programas de televisão diretamente para os PCs dos usuários, não como downloads, mas como streaming de vídeo, que não é retido na memória do computador”, explicava o artigo do NYT.

Fonte: Olhar Digital

0 visualização0 comentário

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page