top of page

Você já ouviu falar no Repórter Esso?

Esse foi um programa de rádio que fez muito sucesso no Brasil entre os anos 1940 e 1960, transmitindo notícias nacionais e internacionais com rapidez e confiança.

O Repórter Esso ganhou popularidade por sua transmissão rápida de notícias, tanto nacionais quanto internacionais, apresentando um estilo jornalístico objetivo e direto. O programa era patrocinado pela Esso, uma empresa de petróleo que tinha o slogan “A voz da informação”. Por meio do Repórter Esso, a Esso conseguiu associar sua marca à confiança e à rápida disseminação de notícias importantes.

Heron Domingues, o locutor mais famoso do Repórter Esso, ficou conhecido como “o homem que parava o Brasil” devido à grande audiência que o programa alcançou. Sua voz se tornou uma referência para os ouvintes da época, e o programa influenciou várias gerações de radialistas e jornalistas brasileiros.

Além de trazer notícias urgentes, o Repórter Esso também apresentou um quadro chamado “O mundo em marcha”, que abordou curiosidades e reportagens especiais sobre uma variedade de assuntos. O Repórter Esso teve um papel importante ao informar o público brasileiro sobre eventos históricos seguidos, sendo o primeiro a noticiar acontecimentos como o fim da Segunda Guerra Mundial, a morte de Getúlio Vargas e a chegada do homem à Lua.

O Repórter Esso foi encerrado em 1968, após 28 anos no ar. No entanto, seu legado de pioneirismo e qualidade na comunicação brasileira perdura até hoje, e o programa continua sendo lembrado como uma referência no jornalismo radiofônico do país.

Algumas curiosidades sobre o Repórter Esso:

  1. O nome “Esso” do programa era uma abreviação de Standard Oil, que era o nome original da empresa patrocinadora, a qual posteriormente mudou seu nome para Exxon.

  2. O Repórter Esso era conhecido por sua agilidade na divulgação das notícias. O programa era transmitido duas vezes ao dia, e os locutores tinham o desafio de ler as notícias o mais rápido possível, mantendo a clareza e a precisão das informações.

  3. O estilo objetivo e direto do Repórter Esso influenciou não apenas o jornalismo radiofônico, mas também a linguagem cotidiana dos brasileiros. Expressões como “Está no Repórter Esso” ou “Vem do Repórter Esso” eram usadas para enfatizar a confiabilidade de uma informação.

  4. O programa tinha jingles marcantes e cativantes, como o famoso refrão “Na boca do povo, Repórter Esso”, que contribuíam para a identificação e memorização da marca.

  5. Durante muitos anos, houve uma competição acirrada entre o Repórter Esso e o Repórter Riso, um programa da Rádio Nacional. Essa rivalidade impulsionou a qualidade e a popularidade de ambos os programas, beneficiando o público com uma ampla oferta de conteúdo jornalístico e humorístico.

  6. Em 1968, o Repórter Esso chegou ao fim devido a mudanças na política de patrocínio da Esso. O programa deixou saudades nos ouvintes e até hoje é lembrado como uma referência na história da comunicação no Brasil.

6 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page