top of page

Recorde de patrocinadores no BBB 23

A 23ª edição do Big Brother Brasil que encerra hoje, é a com o maior número de patrocinadores na história do reality show. Com a chegada da final do BBB23, com Amanda, Aline e Bruna Griphao disputando pelo prêmio, a edição totalizou 13 marcas expostas ao longo dos 100 dias de programa.

Neste ano, a Amstel, McDonald’s, Pantene, QuintoAndar e Seara renovaram a parceria, enquanto a Ademicon, Downy, Hypera Pharma e TikTok evoluíram de ações de conteúdo na edição de 2022 para patrocínio em 2023 e Esportes da Sorte, Mercado Livre, Pague Menos e Stone foram as estreantes da edição.

Além dos patrocinadores que ocuparam as três cotas principais — Big, Camarote e Brother —, o programa também contou com 40 anunciantes em ações de conteúdo, representando um aumento de 38% em relação ao BBB 22.

Segundo o Globo Tracking, uma ferramenta que analisa o comportamento do público e a percepção dos consumidores em relação às ações de conteúdo das marcas no programa, as ações das marcas foram as responsáveis pelo aumento das conversas sobre o programa nas redes sociais, resultando em um crescimento de 4.200% em até três dias após uma ação na casa. Já na TV linear, o potencial de retenção das mensagens das marcas passou dos 92% e 93% dos consumidores afirmaram que consideram que as marcas presentes no programa são ótimas ou boas; 74% costumam recomendar os produtos e serviços anunciados para outras pessoas e 74% também declararam ter a intenção de consumir produtos e serviços de uma marca presente no reality.

O momento do intervalo também foi meio importante de conexão com os consumidores durante o programa, registrando que 64% dos telespectadores continuaram sintonizados e 26% procuram na internet ou nas redes sociais informações sobre o que está assistindo.

BBB na multiplataforma Globo O programa também contou com resultados em outros produtos da emissora, que não a TV aberta. No Globoplay, o BBB 23 foi o principal produto do primeiro trimestre, gerando um aumento significativo na base de assinaturas e consumo no streaming.

Desde a estreia do reality, no dia 16 de janeiro, o programa segue sendo o conteúdo mais visualizado da plataforma.

Além de todos os episódios na íntegra, o público pôde conferir as edições do “Click BBB” e do “Bate-papo BBB”, conteúdos criados e curados especialmente para os usuários do Globoplay. Os assinantes ainda tiveram acesso a 11 câmeras ao vivo e a um mosaico com sinal simultâneo para acompanhar a rotina dos participantes da casa mais vigiada do Brasil.

O programa também figurou como líder de audiência nas transmissões dos sinais ao vivo da Globo e do Multishow disponíveis na plataforma.

No gshow, não foi diferente e a 23ª edição movimentou a plataforma, resultando no triplo de usuários diários no portal, quando comparado com o período pré-reality. A oferta de conteúdo no site incluiu votação para decidir os rumos do game, as entrevistas do ‘Bate-Papo BBB’, o podcast e mesacast do ‘BBB Tá On’ e a ‘Live do Líder’.

Além disso, o gshow também ofereceu o ‘BBB Hoje’, que consistiu em uma agenda com tudo que ia acontecer na casa naquele dia, a ‘Página do Participante’, com informações tudo sobre os brothers e sisters, além da cobertura das dinâmicas, festas e provas.

Enquanto isso, o g1 registrou a marca de quase 10 milhões de pageviews entre os dias 1 de janeiro e 15 de abril, com as publicações sobre o BBB representando 84% da audiência da editoria “TV e séries”, entre os dias 23 de janeiro e 15 de abril.

Nas redes socias, o BBB23 acumulou mais de 58 milhões de tweets desde a estreia, representando quase 90% dos assuntos relacionados à Globo no Twitter até o dia 23 de abril. Ao todo, mais de 2 milhões de telespectadores comentaram sobre a casa mais vigiada do país, levando a hashtag #BBB23 a oitava posição nos assuntos mais comentados na rede social.

Audiência da edição No total, a média de audiência do ‘BBB 23’ foi de 19 pontos, com 40% de participação no Painel Nacional de Televisão, um crescimento de 31% (4 pontos) em audiência e de 8 pontos em participação em relação à média da faixa horária nas semanas anteriores à estreia do reality.

Em São Paulo a média foi de 19 pontos e 39% de participação, e no Rio de Janeiro 22 pontos e 42% de participação.

Fonte: PropMark

1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page