top of page

Bicentenário do Brasil é tema de exposição do Rio de Janeiro

Os dois séculos de Independência do Brasil são celebrados na exposição “Passado Presente: 200 anos Depois”, em cartaz a partir desta quinta-feira no Centro Cultural da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro. A mostra conta com obras de dez artistas contemporâneos, que resgatam e fazem uma reflexão sobre o passado colonial.

A curadora Cecília Fortes explica como a mostra foi organizada: “Primeiro a gente escolheu o tema da exposição, que a ideia era pensar os 200 anos da Independência com olhar mais atual e o que a gente procurou foi justamente, sob o olhar as artes visuais, obras que abordem questões que a gente enfrenta hoje no Brasil, muito em consequência do legado desse passado colonial de exploração”.

O artista multimídia e poeta goiano Hal Wildson participa da mostra com duas obras: “Um dos trabalhos se chama Singularidades, que é uma junção de 441 digitais. Essas digitais revelam rostos de brasileiros. Então essa obra retoma essas identidades para questionar isso, o sentido do que é ser brasileiro. A outra obra é um político de nove peças e se chama reflorestar utopias”.

Esta é a segunda exposição de obras de arte montada no Centro Cultural da Procuradoria Geral do Estado , que foi reaberto este ano com a mostra “Composição Carioca”, em homenagem às paisagens da cidade e sua população. Em cartaz até março do ano que vem, a exposição “Passado Presente: 200 anos Depois” tem entrada franca e pode ser vista de terça a sábado, das 10h às 18h. O Centro Cultural fica na Praça 15, centro do Rio.

Fonte: Agência Brasil

1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page