top of page

96 Anos de Cid Moreira: A Voz que Marca a História da Locução

Uma Carreira de Sucesso

Cid Moreira nasceu em Taubaté, São Paulo, em 1927, e iniciou sua carreira na rádio em 1948, na Rádio Nacional de São Paulo. Em 1955, a TV Tupi o contratou, e ele passou a apresentar programas memoráveis ​​como “O Mundo é um Moinho” e “Aqui e Agora”.

Em 1968, a Rede Globo o contratou, onde Cid Moreira se tornou uma figura icônica ao apresentar o “Jornal Nacional” por 26 anos. Além disso, ele foi o narrador de diversos programas da emissora, incluindo “Globo Repórter”, “Domingão do Faustão” e “Esporte Espetacular”.

Um Ícone da Televisão Brasileira

Cid Moreira é uma verdadeira lenda da televisão brasileira. Sua voz profunda e marcante é um eco na memória de todos que cresceram na televisão no Brasil. Durante sua longa carreira, Cid Moreira se destacou por suas características, sendo um dos pioneiros da locução jornalística no Brasil e também na locução publicitária.

Em 1999, Cid Moreira gravou uma obra monumental ao narrar a Bíblia em áudio. Esse projeto de grande sucesso tornou-se um marco na história da locução e da comunicação no Brasil. Cid Moreira é um exemplo de profissionalismo e dedicação, deixando um legado que será lembrado por muitas gerações.

Curiosidades

  1. Iniciou sua carreira no rádio em 1948, na Rádio Nacional de São Paulo.

  2. Trabalhou na Rádio Tupi e na Rádio Mayrink Veiga.

  3. Em 1955, foi para a televisão, onde apresentou programas como “O Mundo é um Moinho” e “Aqui e Agora”.

  4. Em 1968, foi contratado pela Rede Globo, onde apresentou o “Jornal Nacional” por 26 anos.

  5. Ele é o locutor que mais vezes disse “boa noite” na televisão brasileira. É um dos únicos locutores que conseguiu gravar a Bíblia inteira.

  6. É filho de um bibliotecário e de uma dona de casa.

  7. Seu irmão, Célio Moreira, também foi locutor e trabalhou na Rede Globo.

  8. Foi narrador de diversos programas da Rede Globo

  9. Cid Moreira narrou a Bíblia inteira, tornando-se uma das vozes mais associadas às escrituras sagradas.

Fonte: Depoimento concedido ao Memória Globo por Cid Moreira em 22/03/2000.

6 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page