top of page

Você conhece a história? O dia em que o Brasil virou república

Em 15 de novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca, uma figura destacada do exército brasileiro, proclamou a República, marcando o fim da monarquia e o início da Era Republicana no país. Benjamin Constant, também militar, destacou-se entre os participantes desse evento histórico.

Quem Proclamou a República?

O responsável pela proclamação foi Marechal Deodoro da Fonseca, que liderou um grupo de militares, incluindo Benjamin Constant.

Como Aconteceu a Proclamação da República?

Deodoro da Fonseca, inicialmente doente e amigo do então imperador Dom Pedro II, foi persuadido a liderar um levante militar sem saber que o objetivo principal era derrubar a monarquia. As tropas se reuniram no Campo de Santana, no Rio de Janeiro, derrubando o gabinete do Visconde de Ouro Preto. A república foi proclamada posteriormente, quando Deodoro assinou um documento declarando a extinção da monarquia.

Por que aconteceu a Proclamação da República?

A insatisfação com o reinado de Dom Pedro II impulsionou a Proclamação da República. Três grupos importantes desenvolveram para essa insatisfação: os militares, que buscavam mais participação no governo; os cafeicultores, descontentes com as leis de abolição gradual; e a Igreja Católica, que retirou o seu apoio devido a conflitos envolvendo uma maçonaria.

Primeiros Anos da República do Brasil

Após a proclamação, o Brasil entrou na chamada “República da Espada”, com o Marechal Deodoro organizando símbolos nacionais e políticas. O Governo Provisório planejou um referendo para escolher entre o regime monárquico parlamentar e a república, mas esse referendo só ocorreu 103 anos depois. Os dois primeiros presidentes, Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto, ambos do Exército, marcaram os primeiros anos da República.

A Proclamação da República foi um ponto de virada na história brasileira, moldando a trajetória política do país e inaugurando uma nova fase governamental.

Fonte: Toda Matéria

3 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page